Mensagem para George Harrison
Discografia Brasileira
Discos no Mundo
Raridades em estéreo
Curiosidades Fonográficas
Instrumentos
Os Livros
Entrevistas
George Martin no Brasil
Vídeos

CLIQUE NOS ÍCONES ACIMA PARA ACESSAR A REDE

OU VOLTE AO INÍCIO

INSTRUMENTOS

 

 

   Os Beatles e suas guitarras (e baterias!)

Os Instrumentos que criaram um Sonho.


Sexta parte - 1965

   

Home  1956-1959  1960  1961-1962  1963  1964 1966  1967  1968  1969  1970

__________________________________________________________

.

    77 - Fender Stratocaster:

Acabamento: azul claro.
Modelo: Sonic Blue
Captadores: três captadores Fender single-coil
Alavanca: sim, modelo Fender
Início de Uso: Fevereiro de 1965
Fim de Uso: Abril de 1967
Características: Fabricada em 1961, a famosa Strat finalmente tornava-se um "instrumento Beatle". Seu corpo, feito de amieiro (alder), tinha acabamento "azul pálido", que não era muito comum, escala em jacarandá, com escudo branco.
Destino: John usou esta guitarra até as sessões de Sgt Pepper's. Depois pode-se vê-la nas gravações do disco Imagine, com George tocando slide com ela. Acredita-se que esteja na casa de John até hoje

    Meses depois de recusarem dinheiro da fábrica para usar o instrumento, John pediu a Mal Evans para ir comprar uma Fender. Como George disse que também queria uma, Brian Epstein concordou em pagar pelas duas, se fossem exatamente iguais. E foram! 

    Brian desembolsou £ 180 (£ 2.080 em valores atuais) para pagar pelas duas guitarras "gêmeas.

    A primeira gravação de John com o a nova guitarra foi em Ticket To Ride.

    Depois seria usada em várias músicas do Rubber Soul: Nowhere Man, The Word, If I Needed Someone e Day Tripper.

.
__________________________________________________________

 

 

 

 

 

 

  78 - Fender Stratocaster:

Acabamento: azul claro.
Modelo: Sonic Blue
Captadores: três captadores Fender single-coil
Alavanca: sim, modelo Fender
Início de Uso: Fevereiro de 1965
Fim de Uso: Junho de 1967, quando foi reformada
Características: Fabricada em 1961, como o modelo de John, também tinha o incomum acabamento "azul pálido", corpo feito de amieiro (alder), escala em jacarandá, com escudo branco.
Destino: Esta guitarra está até hoje na casa de George

 

    Finalmente George conseguiu sua Fender. O sonho que quase havia virado um pesadelo em Hamburgo, quando não conseguiu comprar a Stratocaster branca, agora era realidade. Cada vez mais o timbre de seus solos ficava variado.

    A primeira gravação de George com a Fender foi em You're Gonna Lose That Girl.

    Depois usou-a no disco Rubber Soul, nas músicas Drive My Car, You Won't See Me, Nowhere Man, Think For Yourself, The Word, Wait e Day Tripper.

.
__________________________________________________________

       

  

  

 

 

 

 

    79 - Framus Hootenanny 12 cordas:

Acabamento: madeira natural, clara
Modelo: 5/024
Início de Uso: Fevereiro de 1965
Fim de Uso: Julho de 1969
Características: Violão de fabricação Alemã, com encordoamento de nylon..
Destino: Após as sessões do disco Abbey Road não se teve nenhuma notícia do paradeiro do instrumento

 

    John incorporou este fino violão de 12 cordas ao acervo do grupo, pagando por ele £ 42 (£ 490 em valores atuais).

    Foi usado em Help!, You've Got To Hide Your Love AwayIt's Only Love.

   George usou-o no solo de I've Just Seen A Face.

    Músicas do Rubber Soul também tiveram a participação deste violão, mas tocadas por George. Foi em Norwegian Wood (This Bird Has Flown), Michelle e Girl.

   

.

.
__________________________________________________________

 

    80 - Violão Gibson Jumbo

Acabamento: sunburst
Modelo: J-160E
Captadores: um
Início de Uso: Setembro de 1964
Fim de Uso: Agosto de 1967, quando sofreu a primeira grande reforma
Características: Violão acústico/elétrico.  O tampo era de
compensado laminado (plywood), e o fundo e as laterais
em mogno (mahogany). O captador ficava originalmente
junto ao braço. Era exatamente igual ao roubado em Dezembro de 1963. A única diferença eram dois círculos brancos ao redor da boca, ao invés de um no modelo original.
Destino: Este violão, de propriedade de Yoko Ono, está em exibição no Rock and Roll Hall of Fame, de Cleveland.

 

    John continuou fiel a seu velho Jumbo e usou-o nas gravações do LP Help!: em Another Girl, Act Naturally, I've Just Seen A Face e You Like Me Too Much.

    No Rubber Soul usou em Norwegian Wood, Michelle, What Goes On?, Girl, I'm Looking Throught You, In My Life, Run For Yourlife e We Can Work It Out.
   

..
__________________________________________________________

.

    81 - Violão Gibson Jumbo

Acabamento: sunburst
Modelo: J-160E
Captadores: um
Início de Uso: Setembro de 1962
Fim de Uso: Abril de 1968
Características: Violão acústico/elétrico.  O tampo era de
compensado laminado (plywood), e o fundo e as laterais
em mogno (mahogany). O captador ficava originalmente
junto ao braço.
Destino: Numa entrevista em 1976, George disse que deu este violão. Só isso! Mas seu filho Dhani conseguiu reaver o violão e hoje está no acervo da família.

 

    George também usou seu Jumbo nos discos de 1965. Em Help ele tocou em You've Got To Hide Your Love Away, I Need You e Another Girl.

    Em Rubber Soul o violão foi usado em Michelle, Girl e We Can Work It Out.

.
__________________________________________________________
 

    82 - José Ramirez Guitarra de Estudio:

Acabamento: madeira natural
Modelo: A-1
Início de Uso: Fevereiro de 1964
Fim de Uso: 1968
Características: violão clássico, de fabricação espanhola, com tampo em cedro vermelho (red cedar), fundo e laterais de jacarandá (rosewood), escala em ébano (ebony), com encordoamento de nylon.
Destino: usado esporadicamente até 1968. Acredita-se que esteja na coleção de George até hoje

.

    George e John gravaram belas canções "acústicas" e baladas do LP Help usando o violão clássico de Harrison.

    George em You've Got To Hide Your Love Away.

    John em I Need You (disco Help) e Girl (disco Rubber Soul).

.
__________________________________________________________

 

 

    83 - Gretsch Tennessean:

Acabamento: vermelho cereja (ou deep maroon-burgundy woodgrain)
Modelo: PX 6119
Captadores: dois captadores Hilo' Tron, single-coil
Alavanca: sim, modelo Bigsby B6
Início de Uso: Janeiro de 1964
Fim de Uso: Fevereiro de 1967
Características: Guitarra elétrica de de corpo oco, com tampo arqueado de bordo (maple), fundo e laterais igualmente de bordo, escala em jacarandá (rosewood), ferragens cromadas, aberturas em "f" falsas, pintadas com contornos brancos, e borda branca em todo o instrumento.
Destino: Após as sessões de Sgt. Pepper's não se teve nenhuma notícia do paradeiro desta guitarra

 

    George usou sua Tennessean em várias músicas dos dois discos. Em Help! ele tocou na própria Help, I'm Down, Yes It Is, Another Girl, Act Naturally, It's Only Love, You Like Me Too Much, Dizzy Miss Lizzie e em Bad Boy

    Já no Rubber Soul ela foi usada em What Goes On?

   

.
__________________________________________________________

  

 

 

 

 

 

   83b - Bongôs Ludwig

    Ringo usou novamente os bongôs da Ludwig, agora na bela You're Gonna Lose That Girl e na agitada I'm Down.

       

__________________________________________________________

Acima, a Country Gentleman escondida atrás do Vox.

Abaixo, um dos shows em que foi usada.

 


   
84 - Gretsch Chet Atkins Country Gentleman:

Acabamento: nogueira. Esta guitarra era marrom escura e não preta, como parecia nas fotos.
Modelo: 6122
Captadores: dois captadores Filter'Tron Humbuckers
Alavanca: sim, modelo Bigsby
Início de Uso: Junho de 1963
Fim de Uso: Agosto de 1965
Características: Fabricada em 1962, era um belo instrumento de corpo oco, toda em bordo (maple) laminado, com tampo arqueado, escala em ébano, ferragens douradas e aberturas em "f" estilo "neo-clássico", pintadas no corpo. Ela também possuía dois abafadores de cordas localizados entre a ponte e o primeiro captador. Agora eram acionados por dois botões em forma de chave "liga-desliga", bem mais cômodos e ágeis que os do modelo anterior de George. Esta guitarra era modelo 1963.
Destino: Esta guitarra teria sido presenteada para Brian O'Hara do grupo The Fourmost, quando de sua visita aos estúdios de Abbey Road, em 1965. Brian trocou esta guitarra por alguma coisa que não se lembra (sem comentários!).

 

    George não usou sua Country Gentleman em gravações neste ano. Seu arsenal de guitarras e timbres aumentou e a Gretsch passou a ser instrumento reserva em todos os shows, até ser presenteada a Brian O'Hara.

    Apenas em alguns shows na excursão européia é que a Country Gentleman foi a guitarra principal.

.
__________________________________________________________

  

 

 

 

 

 

 

 

 

    85b - Harmônica Honer

Modelo: Marine Band
Início de Uso: Janeiro de 1963
Fim de Uso: Dezembro de 1963
Características: Uma das mais famosas gaitas do mundo, totalmente fabricada à mão na Alemanha, com as chapas e tampas fixadas por cravos no corpo de madeira. O modelo usado por John tinha 10 furos e 20 palhetas.
Destino: Desconhecido.

    John continuava usando sua harmônica Hohner, que foi roubada de uma loja em Arnherm, em 1960, quando estavam indo para a primeira viagem a Hamburgo.

    Neste ano John usou apenas sua harmônica em shows, na música I'm A Loser.

      

__________________________________________________________

 

 

     85 -Rickenbacker 12 cordas:

Acabamento: sunburst fire-glo.
Modelo: 360-12
Captadores: dois captadores Rickenbacker Single Coil Toaster Top
Alavanca: não
Início de Uso: Fevereiro de 1964
Fim de Uso: Agosto de 1965
Características: Fabricada em 1963, esta primeira guitarra de 12 cordas da Rickenbacker era quase que um protótipo. Um belíssimo instrumento de corpo oco, todo em bordo (maple), escala em jacarandá (rosewood), com aberturas triangulares, escudo branco duplo e borda branca. A característica mais marcante era o posicionamento das taraxas, seis de cada lado da paleta, em pares com posições alternadas, permitindo encontrar as cordas a afinar quase que instintivamente, o que não acontecia com os modelos das outras fábricas. 
Destino: Esta guitarra está até hoje na casa de George, tendo sido usada no disco Cloud Nine

 

    Para este novo disco George usa sua querida Ricky-12 para conferir a sonoridade característica que coroou o ano de 1964. Usou em I Need You, Ticket To Ride e It's Only Love.

,
__________________________________________________________

 

 

    86 - Epiphone Texan:

Acabamento: madeira natural, clara.
Modelo: FT-79
Captadores: não
Início de Uso: Dezembro de 1964
Fim de Uso: Abril de 1967, nas sessões do disco Sgt. Peppers
Características: Violão com tampo de abeto (spruce) sólido e corpo de mogno (mahogany). Escala em jacarandá (rosewood) e escudo com o logotipo "e" da Epiphone
Destino: Paul possui este violão até hoje

 

    Paul usou seu violão de nylon nas baladas de 1965. Em Help ele foi usado nas músicas Yesterday e I've Just Seen A Face.

    Em Rubber Soul ele foi ouvido em Michelle e I'm Looking Throught You.

 

.
__________________________________________________________

.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

    87 - Rickenbacker Jetglo:

Acabamento: preto.
Modelo: 325
Captadores: três captadores Rickenbacker Single Coil Toaster Top
Alavanca: sim, modelo Ricenbacker Ac'cent
Início de Uso: Fevereiro de 1964
Fim de Uso: Novembro de 1965
Características: Fabricada em 1964, esta nova versão da 325 era igualmente de corpo semi ôco, totalmente de bordo (maple), com escala em jacarandá (rosewood), possuía escudo branco duplo e novos botões de volume e tom, muito mais precisos. Existia também um quinto botão, de balanço. 
Destino: Esta guitarra, em poder de Yoko, está em exibição no John Lennon Museum, em Tokyo

 

      John ainda mantinha-se fiel à sua querida Rickenbacker. Usou-a em algumas músicas de Help, como I'm Down, Tell Me What You See, Bad Boy e Dizzy Miss Lizzie.

      Em Rubber Soul chegou a usá-la em What's Goes On? e Wait (que na verdade era uma sobra de Help).

     

.

 

.
__________________________________________________________

.

   88 - Epiphone Casino:

Acabamento: sunburst
Captadores: dois captadores Humbucking P-90
Alavanca:
não
Início de Uso:
Fevereiro de 1965
Fim de Uso: Fevereiro de 1967, quando sofreria sua primeira modificação
Características: Guitarra elétrica de de corpo oco, com tampo de bordo (maple) laminado, fundo e laterais de mogo (mahogany), escala em jacarandá (rosewood), aberturas em "f", escudo branco, com cavalete modelo trapézio e um singular botão de seleção de captadores rodeado por um anel de borracha preto. 
Destino: John usou esta guitarra até as sessões de Sgt Pepper's, quando fez suas primeiras "reformas"

    John resolve usar nova nova Casino em You're Gonna Lose That Girl, para testar o resultado em disco. Ficou muito boa a base com esta guitarra, que logo será a sua exclusiva.

    No disco Rubber Soul ela foi usada em In My Life e Run For Your Life.

  

 

 

 

 

__________________________________________________________

    

    89 - Epiphone Casino:

Acabamento: sunburst fireglo
Captadores: dois captadores Humbucking P-90
Alavanca:
sim, modelo Bigsby B7
Início de Uso: Fevereiro de 1965
Fim de Uso: Abril de 1968, quando George rasparia sua pintura, deixando a madeira "respirar"
Características: Guitarra elétrica de de corpo oco, com tampo de bordo (maple) laminado, fundo e laterais de mogo (mahogany), escala em jacarandá (rosewood), aberturas em "f", escudo branco, assim como o modelo de John. Mas as semelhanças paravam aí: a Casino de George tinha alavanca Bigsby e o botão de seleção de captadores era dourado, como em todos os outros modelos da fábrica. George logo tiraria o escudo. O som dela também era bastante redondo, graças ao corpo oco. A paleta igualmente tinha o desenho característico da Epiphone
Destino: George usou esta guitarra até as sessões do White Album, quando fez sua "reforma".

 

    George usou sua Casino em The Night Before, onde fez o solo uma oitava diferente do que o de Paul, que também usaria uma Casino. Ele quis testar a sonoridade da guitarra, assim como John fez em outra sessão do disco Help!

    Mas diferente dele, usou a Casino no disco Rubber Soul, nas músicas Run For Your Life e I'm Looking Throught You.

 

 

__________________________________________________________
 

  

 

 

 

 

 

 

 

    90 - Hohner Pianet:

Acabamento: madeira natural.
Modelo: Pianet C
Início de Uso: Fevereiro de 1965
Fim de Uso: Agosto de 1965
Características: Piano elétrico de fabricação Alemã. Possuía um som único, de piano "percursivo", devido a um engenhoso sistema "acústico", por meio de varetas de metal apoiadas em palhetas do tipo acordeom, liberadas ao pressionar as teclas do piano. Possuía uma tampa que abria por meio de dobradiças, ficando como um suporte para partituras. Fora isso, seu desenho único, com pernas de "mesa de café".
Destino: Não se tem nenhuma informação de seu paradeiro

 

    Os Beatles já tinham escutado Roy Young tocar um piano deste no ano anterior. Gostaram do som e queriam ter um igual.

    O custo do instrumento foi de £ 114 (£ 1.400 em valores atuais).

    O grupo tentou colocar a "pianola" em várias músicas do novo disco. John usou em The Night Before e You Like Me Too Much. Paul em Bad Boy e Dizzy Miss Lizzy.

    No disco Rubber Soul John usou-a em Drive My Car. Paul usou em You Won't See Me e The Word,

 

.
__________________________________________________________

  

  

 

 

 

 

 

   91 - Vox Continental:

Acabamento: preto.
Modelo: Portable
Início de Uso: Maio de 1965
Fim de Uso: ao final da mini-turnê inglesa de 1965
Características: Órgão portátil fabricado pela Vox, tinha como característica principal o vibrato "de fábrica", conferindo um som "cheio", com tons marcantes. O modelo dos Beatles tinha um teclado com quatro oitavas, com teclas de madeira com cores invertidas, com as notas principais localizadas nas teclas pretas.
Destino: Foi leiloado recentemente

    Um novo instrumento foi adicionado ao acervo Beatle: um órgão elétrico da Vox. John amou o instrumento e usou na gravação de I'm Down, o lado B do compacto Help!, e em Dizzy Miss Lizzy.

No disco Rubber Soul John usou o teclado em Think For Yourself..

    Também usou-o em toda a turnê americana, culminando com sua antológica performance "com os cotovelos" no Shea Stadium.

    O preço (caso o grupo fosse pagar pelo instrumento), era de £ 262 (£ 3.030 em valores atuais).

    John também usou o novo órgão na apresentação do Blackpool Night Out, na terceira apresentação do Ed Sullivan Show, bem como em toda as excursões americana e inglesa.

    Detalhe: Paul tocou Yesterday neste órgão durante a mini-turnê inglesa.

         

__________________________________________________________

 

 

 

 

   92 - Fender Jaguar:

Acabamento: branco.
Modelo: 1962
Captadores: dois captadores Fender single-coil
Alavanca: sim, modelo Fender
Início de Uso: Março de 1965
Fim de Uso: Março de 1965, ao final das folmagens
Características: Fabricada em 1962, esta clássica guitarra da Fender, tinha corpo sólido todo em amieiro (alder), escala em jacarandá (rosewood), com a característica alavanca flutuante "Adjust-o-Matic", vindo do cavalete. Tinha um grande escudo em madrepérola vermelha, com bordas de metal, controles de volume e tom. Ela estava com a banda de um café onde John e Paul foram curtir. Logo estavam todos em uma animada "jam session"
Destino: Esta guitarra foi usada apenas nesta "jam" em um café nos Alpes Suíços, onde o grupo estava filmando Help!

    Um detalhe a mais desta jam: Paul estava tocando bateria!

     

.

__________________________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  93 - Bateria Ludwig:

Acabamento: "Black Oyster Pearl"
Modelo: Downbeat
Início de Uso: Julho de 1965
Fim de Uso: Novembro de 1965
Destino: Ringo possui esta bateria até hoje.

Logo original: "Drop-T n° 5 "
Peles: Ludwig "Weather Master"
Bumbo: 22"x 14"
Surdo: 16"x 16"
Tom-tom: 13"x 9 "
Caixa: 14"x 5 - Jazz Festival"
Ride: Zildjian Avedis 20"
Crash: Zildjian Avedis 18"
Hi-Hat: Zildjian Avedis 14"

 

    Para a excursão americana que se aproximava, Ringo recebeu em Londres, em Julho, um novo kit Ludwig. Ele veio montada com peles Ludwig Weather Master de 22".

    Em relação ao Kit n° 3 as diferenças mais evidentes são que o quarto kit tem o respiro do surdo numa posição mais alta foi o primeiro.

    O novo logo, n° 5, é o mais fora de padrão de todos. Tem um "Ludwig" bastante pesado e um "Beatles" com um "B" menor do que em todos os logos anteriores. O "Ludwig" também está bem caído do lado esquerdo e o "The", que normalmente fica um pouco abaixo ou praticamente alinhado com o topo do "B", aqui está pintado muito acima.

    Ringo estreou a bateria (e o logo), em 13/08/65 numa gravação para o Ed Sulivan Show mas é vista pela primeira vez em 15/08/65 no Shea Stadium - o primeiro show da segunda turnê americana.

   .

__________________________________________________________

 

 

 

   94 - Epiphone Casino:

Acabamento: sunburst, com a cor variando do cafè nas bordas até caramelo no centro do instrumento.
Modelo: ES-230TD
Captadores: dois captadores Humbucking P-90
Alavanca: sim, modelo Bigsby B7
Início de Uso: Dezembro de 1964
Fim de Uso: Agosto de 1969, nas sessões do disco Abbey Road
Características: Guitarra elétrica de de corpo oco, com tampo de bordo (maple) laminado, fundo e laterais de mogo (mahogany), escala em jacarandá (rosewood), aberturas em "f", escudo branco, com paleta ainda com desenho "Gibson", bastante semelhante à Gibson ES-330. 
Destino: Paul possui esta guitarra até hoje, usando-a regularmente em seus discos.

 

    Durante as sessões de Help, Paul exercitou seu lado guitarrista, solando em algumas músicas. Usou sua guitarra em Ticket To Ride, The Night Before (fazendo o solo uma oitava diferente do de George, que também usou sua Casino), e Another Girl.

    No disco Rubber Soul ele tocou o solo em Drive My Car.

    

.
__________________________________________________________

 

 

   95 - Rickenbacker 12 Cordas:

Acabamento: fireglo (sunburst vermelho).
Modelo: 360-12
Captadores: dois captadores Rickenbacker Single Coil Toaster Top
Alavanca: não, pois desafinava o instrumento
Início de Uso: 21 de Agosto de 1965
Fim de Uso: Março de 1969
Características: Novo modelo da consagrada guitarra de 12 cordas usada por George. Um belíssimo instrumento de corpo semi-oco, todo em bordo (maple), escala em jacarandá (rosewood), com aberturas triangulares, escudo branco duplo e borda branca. As características mais marcantes deste novo modelo eram a saída Rick-O-Sound, em estéreo, o cavalete agora tinha o "R" típico dos novos modelos da fábrica e ela possuía bordas arredondadas, sem a borda branca na frente. 
Destino: Esta guitarra parece ter sido roubada após o início das gravações do disco Abbey Road.

      Durante a turnê americana, a rádio WDGY em parceria com a loja de instrumentos B-Sharp Music, ambas de Minneapolis, presentearam George com este novo modelo de sua amada Ricky-12 cordas.

      George não usou a nova guitarra na turnê americana. Guardou-a e fez seu debut na Inglaterra.

      Sua estréia em gravações foi no disco Rubber Soul, na bela If I Needed Someone, onde George a usou com um capotraste.

 

      À esquerda vemos George no momento em que recebeu a guitarra de presente e ficou admirando o instrumento.

     

   

.
__________________________________________________________
                  

   95b - Vox Mando-Guitar:

Acabamento: sunburst
Modelo: V257
Captadores: dois captadores Single Coil
Alavanca: não
Início de Uso: Setembro de 1965
Fim de Uso: Não há comprovação do uso desta guitarra em gravações dos Beatles.
Características: Modelo de guitarra com 12 cordas criado pela Vox, era na verdade um instrumento com escala curta, produzindo som de bandolim, mas tocado como uma guitarra que estivesse usando capotraste (era afinado uma oitava acima de uma guitarra de 12 cordas). Tinha corpo sólido, todo em bétula (birch), escala em jacarandá (rosewood),e escudo branco.  
Destino: Possivelmente está até hoje na casa de George.

      Sempre honrando e aproveitando o acordo feito com Brian Epstein em 1962, a Vox entrega mais um "brinquedo" para o grupo, em especial, para George.

      Como existe um anúncio publicado na época, dizendo que George usou a Mando-Guitar em gravações, assume-se que ela pode ter sido entregua ainda em 1964, como protótipo, e usada em Words Of Love.

 

__________________________________________________________

 

 

 

 

 

 

 

   96 - Sitar:

Início de Uso: 12 de Outubro de 1965
Fim de Uso: Abril de 1967
Características: Durante as filmagens de "Help!", George teve contato com instrumentos indianos, em especial um sitar. Logo começou a estudar o instrumento e, após o fim das turnês, viajaria para a Índia e faria profundos estudos não só do instrumento, como da religião. O sitar é feito de teca (teak wood), com braço oco e uma cabaça que funciona como câmara de ressonância. O sitar de George tinha 18 cordas. 
Destino: Este sitar provavelmente está na casa de George até hoje

      A primeira gravação de George usando o sitar foi Norwegian Wood (This Bird Has Flown).

      George precisou adaptar a afinação e o modo de torcar oriental para a nossa notação musical, o que foi complicado no início. Mas logo uma legião de músicos foi influenciada pelo beatle e até os Rolling Stones estariam usando o instrumento em seus discos.

 

.

__________________________________________________________
      

   97 - Hofner:

Acabamento: marrom degradê
Modelo: 500/1
Captadores: dois captadores, um na base do braço e outro junto à ponte
Início de Uso: Outubro de 1963
Fim de Uso: Setembro de 1969 (em gravações com os Beatles, pois está em uso até hoje)
Características: baixo de corpo ôco, com corpo em abeto (spruce), fundo e laterais em bordo (maple), escala em jacarandá (rosewood), com o clássico desenho em forma de violino.
Destino: Sofreu apenas uma modificação em 1966, quando Paul removeu seu escudo. Foi usado esporadicamente até as gravações do álbum-filme Get Back-Let It Be. Paul usa este baixo até hoje em shows e gravações.

 

    Paul usou seu Hofner em todas músicas do disco Help!, bem como em todos os shows.

    No disco Rubber Soul ele também foi usado em todas as canções. Apenas em Think For Yourself é que outro baixo foi usado.

   

 

.
__________________________________________________________

 

A foto ao lado mostra o pedal (destaque com a seta), ao lado de Paul no estúdio.

 

 

 

 

 

 

 

 

   98 - Pedal Vox Tone Bender:

Modelo: fuzz
Início de Uso: Outubro de 1965
Fim de Uso: Junho de 1966

    Praticamente dois anos após a primeira experiência com um pedal fuzz, os Beatles novamente usaram o acessório. Mas desta vez em gravações que foram lançadas, diferente dos takes de She Loves You, I'll Get You e Don't Bother Me que nunca viram a luz do dia.

    O preço do pedal era de £ 11 (£ 115 em valores atuais).

    Paul ligou este pedal em seu Rickenbacker 4001 em Think For Yourself, conferindo uma sonoridade única. O pedal será usado em muitas músicas do LP Revolver, em 1966.

 

.

__________________________________________________________
 

 

   99 - Rickenbacker:

Acabamento: fireglo (sunburst vermelho)
Modelo: 4001S
Captadores: dois captadores, um Toaster Top e um Horseshoe
Início de Uso: Novembro de 1965
Fim de Uso: SJunho de 1967, quando foi reformado, na mesma época que John e George reformaram suas Epiphones
Características: baixo construído em 1964, de corpo maciço, todo em bordo (maple) e escala em jacarandá (rosewood)
Destino: Paul possui este baixo até hoje.

 

      Em Think For Yourself, Paul usou baixo junto com o pedal de fuzz, conferindo uma sonoridade única.

   

 

 

 

 

 

.
__________________________________________________________

               

               

   100 - Gibson ES-345:

Acabamento: sunburst tobacco, variando de preto nas bordas até amarelo no centro do instrumento
Modelo: 345TD
Captadores: dois captadores Humbucking
Alavanca: não.
Início de Uso: Novembro de 1965
Fim de Uso: Dezembro de 1965
Características: Guitarra semi-acústica, com um bloco central de bordo (maple), tampo, fundo e laterais de bordo (maple) laminado, com duas aberturas em "f". Escala em jacarandá (rosewood) e ferragens douradas.
Destino: Nunca mais se ouviu falar desta guitarra após 1965

 

    George apareceu com esta nova guitarra nos vídeos promocionais de We Can Work It Out, Day Tripper, Help, Ticket To Ride e I Feel Fine, todos filmados no mesmo dia, 23 de Novembro de 1965, nos estúdios Twickenham.

    Em seguida, ela foi o instrumento principal da mini-turnê Inglesa, em Dezembro, já que a Gretsch Country Gentleman que vinha no carro do grupo, caiu e ficou totalmente destruída. Denny Laine, guitarrista dos Moody Blues, que abriam para os Beatles, emprestou a sua Fender Stratocaster para servir de instrumento reserva de George.

    O preço desta guitarra foi de £ 236 (£ 2.730 em valores atuais).

 

.
__________________________________________________________

   

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  101 - Bateria Ludwig:

Acabamento: "Black Oyster Pearl"
Modelo: Downbeat
Início de Uso: Novembro de 1965
Fim de Uso: Julho de 1968
Destino: Ringo possui esta bateria até hoje.

Logo original: "Drop-T n° 6 "
Peles: Ludwig "Weather Master"
Bumbo: 22"x 14"
Surdo: 16"x 16"
Tom-tom: 13"x 9 "
Caixa: 14"x 5 - Jazz Festival"
Ride: Zildjian Avedis 20"
Crash: Zildjian Avedis 18"
Hi-Hat: Zildjian Avedis 14"

 

    No final de 1965, Ringo troca a pele frontal de sua primeira Ludwig de 22".

    Na nova pele Ludwig Weather Master o logo pintado é praticamente idêntico ao Logo n° 4 mas tem um "Ludwig" ligeiramente menor e a base do "T" do "The" está alinhada à direita do topo do "A" de "Beatles" - no Logo n° 4 ela está alinhada à esquerda.

    Esta combinação da primeira Ludwig de 22" e a pele com o Logo n°6 será a que Ringo usará até 1968.

    Podemos vê-la inicialmente no especial "The Music of Lennon & McCartney", de 1965.

 

   .

__________________________________________________________

  

               

Ao lado e acima, aquecimento no backstage de um dos shows. George está com a 345 e John usa a Fender.

 

 

 

   102 - Fender:

Acabamento: a única foto disponível é em preto-e-branco. Nota-se que a paleta tem a mesma tonalidade escura do instrumento, sendo assim, assumia-se que era o modelo em "Dakota Red", já que os outros dois lançados com paleta da mesma cor do corpo eram claros. Mas documentação recente aponta para um modelo "Black Strat", incomum na época.
Modelo: Stratocaster
Captadores: três captadores Fender single-coil
Início de Uso: 3 de Dezembro de 1965
Fim de Uso: 12 de Dezembro de 1965
Características: Fabricada no início dos anos 1960, esta versão da famosa Strat vinha com a paleta na mesma cor do instrumento. Seu corpo, feito de amieiro (alder), tinha acabamento "Preto" exclusivo, escala em jacarandá, com escudo branco.
Destino: Inicialmente eu achei que era a guitarra de Denny Laine, guitarrista dos Moody Blues, que estavam abrindo os shows dos Beatles na mini-turnê. Minha teoria era que ele emprestou esta guitarra para que George não ficasse sem um instrumento reserva no palco. Mas, segundo informações recentes, não era de Denny esta "Fender Misteriosa". A única certeza é que foi comprada ou arrumada para ficar de reserva. E que John pegou para ele.

 

    Esta foto à esquerda mostra o "arsenal" de guitarras dos Beatles para os shows na Inglaterra: os dois baixos Hofner de Paul, a 325 Jetglo e o Gibson J-160E de John, a Gibson 345, a Ricky-12 e a Fender Stratocaster reserva) de George.

   

 
 

 

    102b - Percussão

   Os Beatles usaram muitas percussões ao longo da carreira. Em 1965, os seguintes instrumentos de percxussão foram usados:

Ringo

        - Pandeiro: em Help!, Yes It Is, You've Got To Hide Your Love Away, Ticket To Ride, It's Only Love, Bad Boy, You Like Me Too Much, Norwegian Wood, I'm Looking Through You, If I Needed Someone, Run For Your Life e Day Tripper.

        - Maracas: em The Night Before, You've Got To Hide Your Love Away, I've Just Seen A Face, Think For Yourself, The Word e Wait.

        - Cow bell: em I Need You, Dizzy Miss Lizzy e Drive My Car.

        - Bongos: em You're Gonna Lose That Girl e I'm Down.

        - Claves: em You Like Me Too Much.

        - Percussão no tampo do violão: em I Need You.

        - Vassourinha: em I've Just Seen A Face.

        - Percussão em caixa de fósforos emI'm Looking Through You.

 

John

        - Pandeiro: em You LIke Me Too Much, Drive My Car, Think For Yourself e Wait.

 

George

        - Pandeiro: em You Won't See Me, I'm Looking Through You e We Can Work It Out.

         - Guiro: em Tell Me What You See.

__________________________________________________________

Visite as outras páginas...

As páginas são atualizadas regularmente e novos instrumentos ou fotos são adicionados!

 

Home  1956-1959  1960  1961-1962  1963  1964 1966  1967  1968  1969  1970