Mensagem para George Harrison
Discografia Brasileira
Discos no Mundo
Raridades em estéreo
Curiosidades Fonográficas
Instrumentos
Os Livros
Entrevistas
George Martin no Brasil
Vídeos

CLIQUE NOS ÍCONES ACIMA PARA ACESSAR A REDE

OU VOLTE AO INÍCIO

 

 

 

INSTRUMENTOS

 

 

   Os Beatles e suas guitarras (e baterias!)

Os Instrumentos que criaram um Sonho.


Vocês não têm um baterista?

O ritmo está nas guitarras (John, Paul e George, 1959)

 



Não existe um fã dos Beatles, ou mesmo um curioso, que não identifique o baixo Hofner, "aquele do violino", com Paul McCartney, ou uma guitarra Rickenbacker com John e George.

Por isso, vamos fazer uma "viagem" pelo mundo das guitarras usadas por estes que são até hoje os maiores artistas populares de nossa História.

Várias fontes foram usadas, buscando trazer fotos dos artistas com os instrumentos e detalhes dos mesmos, matando curiosidades, redimindo dúvidas, trazendo surpresas.

A revista mensal Beatles Book, livros diversos, artigos especializados, sites espalhados pela Internet e as precisas anotações dos estudiosos Andy Babiuk, John F. Crowley e Jorge Nasta, além do fantástico site The Beatles Gear, permitiram esta compilação.

Na parte das baterias, contei com as valiosas anotações de Jorge Nasta, Victor Andrade, Gary Astridge e Russ Lease.

Divirtam-se!

 

1956-1959  1960  1961-1962  1963  1964  1965  1966  1967  1968  1969  1970

   

JOHN LENNON

    Apesar do seu "status" como compositor e ícone cultural, John era um guitarrista.

    Sua guitarra ritmo era formidável, trazendo belos arpeggios, tercetos, manejos jazzísticos, dedilhados e mesmo solos, revelando um músico que influenciaria gerações de guitarristas.

    E mesmo em muitas canções dos Beatles ele "ousou" solar. Basta escutarmos o primeiro solo de Long Tall Sally, o primeiro solo de Yer Blues, ou o solo de You Can't Do That. Os riffs e solos de Get Back são impecáveis, assim como os de I Want You (She's So Heavy).

 

PAUL McCARTNEY

    Mundialmente conhecido como baixista, Paul começou sua carreira como guitarrista. Impressionou John como uma performance de "arrasar" de Twenty Flight Rock.

    Tentou ser solista, mas revelou-se um ótimo ritmista. Com a saída de Stuart Sutcliffe da banda, Paul mudou-se definitivamente para o baixo, por onde passeava de vez em quando em Hamburgo.

    Como baixista, Paul mostrou-se extremamente inovador, melodioso, criando uma nova maneira de se tocar baixo no rock.

    Mas sua guitarra também foi marcante, como por exemplo em Ticket To Ride, Taxman, Good Morning, Good Morning, e um dos solos em The End.

 

GEORGE HARRISON

    Acredito que amo minha guitarra mais do os outros amam as deles, disse George ao "Beatles Book".

    Para John e Paul, escrever músicas é muito importante. Tocar guitarra é um meio para atingir este fim. Enquanto eles ficam compondo, eu me divirto apenas brincando com minha guitarra a noite toda.

    Sou fascinado pelos novos sons que tiro dos diferentes instrumentos que toco. Não sei se isso faz de mim um músico. Me chame de fanático por guitarras e eu ficarei satisfeito.

 

RINGO STARR

    Muito se fala dos Beatles como compositores e instrumentistas. Entenda-se aqui John, Paul e George. Pouco se fala de Ringo como baterista. Sempre falam com desdenho e deboche, por acharem simples o seu jeito de tocar. "Fácil", como dizem hoje em dia. A noção de tempo de Ringo era (e é), fenomenal. Nunca perdia o andamento, estava sempre consistente. Sua pegada era relaxada, nunca arrastada. Serve de parâmetro para muitos produtores..

    Sua habilidade em tocar compassos compostos levou a música popular a níveis nunca antes tentados. Here Comes The Sun, por exemplo, ia de 11/8 para 4/4 e depois 7/8. E, fora isso, toca qualquer estilo de música: suíngues, baladas, R&B, country, rock and roll.

    A maneira de segurar as baquetas, a "pegada igualada", veio de Ringo, um baterista canhoto que precisava de "força" na mão esquerda. Daí, "batia na caixa como se estivesse martelando. Até então, todos os bateristas tinham a "pegada tradicional". E seus fraseados no tom-tom, sempre conduzidos com a mão esquerda são característicos.

    Ele propiciou uma nova maneira de se gravar bateria, afinando os tambores mais baixo e amortecendo a ressonância com materiais absorventes, principalmente colocando "travesseiros no bumbo". O som gravado de uma bateria no rock mudou depois dos Beatles.

 


Vamos conhecer os instrumentos que eles usaram para construir as mais belas canções do século 20

As páginas são atualizadas regularmente e novos instrumentos ou fotos são adicionados!

 

1956-1959  1960  1961-1962  1963  1964  1965  1966  1967  1968  1969  1970

 

Links recomendados - Instrumentistas e Beatles Video-aulas:

.
.
.
.
.
.
.